Sessão BizaRock

SESSÃO BIZAROCK

Terror, bizarrices e muito Rock N' Roll na nossa sessão BizaRock! Clique na imagem e confira!

Slide # 2

COMO TIRAR FOTOS DE FANTASMAS

Quer saber como capturar um fantasma em foto? Leia o nosso guia e aprenda!

Slide # 3

SAD SATAN, O JOGO DEMONÍACO DA DEEP WEB

Conheça o jogo Sad Satan, um game apavorante que surgiu na Deep Web e está deixando os internautas de cabelo em pé.

Slide # 4

SANATÓRIO DE WAVERLY HILLS

Conheça o assombrado sanatório de Waverly Hills, alvo de investigações e motivo de pavor para muitos americanos.

Slide # 5

SESSÃO BY CLAIRE THOUSAND'S

Leia contos, creepypastas e outros trabalhos de autoria da autora do blog.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Festa na vizinhanca

Eu moro em um bairro humilde de uma cidade perto de belo horizonte. Não posso falar que sou um cidadão classe média, mas tambem não sou muito pobre. Moro em um barracão alugado, daqueles que os donos só passam para receber o dinheiro no começo do mês. Minha casa é bem simples, todos barracões são simples. Um quarto, uma sala, uma cozinha e um banheiro para eu dividir com a minha mãe do meu filho, ainda não nos casamos. Casamento é caro hoje em dia.

Acontece que desde semana passada, os novos vizinhos vem me incomodando. Eles conversam e riem muito ate tarde da noite. Nunca consegui ouvir o que eles falam, estou mais dormindo que acordado, mas isso ainda me incomoda.Eu ainda não os conheço, eu saiu de casa muito cedo, sou auxiliar de pedreiro e tenho que estar em Belo Horizonte as 7hrs da manha, o que me tira de casa as 5:30. Então realmente aquelas risadas depois das 10 da noite me incomodam. Depois de uma semana, eu nao me contive, fui ate o barracão ao lado, esmurrei a porta e mandei calarem a boca. Bem, eles não responderam, mas fizeram silencio.

No dia seguinte, era sábado e o senhorio vinha receber o aluguel. Reclamei com ele dos novos e barulhentos vizinhos. Mas ele se assustou, não tinha alugado o barraco ao lado ainda. Sacou as chaves e fomos ver se alguem tinha invadido o local e estava morando la. Mas o portão não tinha sido arrombado, nem a porta e nenhuma janela, tudo estava tão bem trancado como havia deixado. Ao entrar no quarto, encontramos jogado no chão algumas pétalas de rosa vermelha e uma garrafa de uma cidra barata vazia e tombada e um cheiro de um perfume muito doce.

Sem entendermos o que tinha acontecido voltei para meu barraco um pouco estático, não esperava a hora da mãe do meu filho voltar para casa para contar pra ela o que tinha acontecido. Entrei em casa e fui lavar o rosto no banheiro. Quando senti um cheiro de perfume doce e algo escrito no vidro com um batom vermelho "Não se preocupe, hoje a festa será na sua casa...".

Tenha bons sonhos, se puder...

0 comentarios:

Postar um comentário