Sessão BizaRock

SESSÃO BIZAROCK

Terror, bizarrices e muito Rock N' Roll na nossa sessão BizaRock! Clique na imagem e confira!

Slide # 2

COMO TIRAR FOTOS DE FANTASMAS

Quer saber como capturar um fantasma em foto? Leia o nosso guia e aprenda!

Slide # 3

SAD SATAN, O JOGO DEMONÍACO DA DEEP WEB

Conheça o jogo Sad Satan, um game apavorante que surgiu na Deep Web e está deixando os internautas de cabelo em pé.

Slide # 4

SANATÓRIO DE WAVERLY HILLS

Conheça o assombrado sanatório de Waverly Hills, alvo de investigações e motivo de pavor para muitos americanos.

Slide # 5

SESSÃO BY CLAIRE THOUSAND'S

Leia contos, creepypastas e outros trabalhos de autoria da autora do blog.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Clarividencia


Clarividência, segundo a Parapsicologia, é a capacidade de obter conhecimento de evento, ser ou objeto, sem a utilização de quaisquer canais sensoriais humanos conhecidos e sem a utilização de Telepatia. O termo "Clarividência" também é aplicado, em certas escolas de espiritualismo e ocultismo, à chamada "visão espiritual", que permite enxergar planos espirituais ou pelo menos algo pertencente a tais planos.

O termo clarividência surge pela primeira vez com seu sentido próprio na parte de "O Livro dos Espíritos" que trata da emancipação da alma. Na questão 402, Kardec trata de uma "espécie de clarividência" que acontece durante os sonhos, onde a alma tem a faculdade de perceber eventos que acontecem em outros lugares. Neste ponto, portanto, ele emprega o termo como uma faculdade de ver à distância sem o emprego dos olhos. Os sonâmbulos seriam capazes deste fenômeno devido à faculdade de afastamento da alma de seu respectivo corpo seguida da possibilidade de locomoção da mesma.

Pouco depois, na questão 428, ele indaga aos espíritos sobre a "clarividência sonambúlica". Ele certamente se refere à faculdade já bastante descrita na literatura que trata do sonambulismo magnético, que, na questão 426, os espíritos consideraram equivalente ao sonambulismo natural, com a diferença de ter sido provocado. Os espíritos lhe respondem que as duas faculdades possuem uma mesma causa: a percepção visual é realizada diretamente pela alma do clarividente. Logo a seguir, Kardec pergunta sobre os outros fenômenos da clarividência sonambúlica como a visão através dos corpos opacos e a transposição dos sentidos. Os espíritos reafirmam que os clarividentes vêem afastados de seus corpos, e que a impressão que afirmam de estarem "vendo" por alguma parte do corpo, reside na crença que possuem que precisam deste para perceberem os objetos. A existência da faculdade sonambúlica não assegura a veracidade de todas as informações obtidas neste estado, com o que concordam os espíritos.

A possibilidade de clarividência premonitória, como a demonstrada por Edgar Cayce e Emanuel Swedenborg, aparenta entrar em conflito com a idéia de que o ser humano seja dotado de livre-arbítrio, pois, aceitando-se que um evento possa ser descrito por antecipação, isso parecerá implicar em que o futuro esteja pré-determinado.

Uma explicação, segundo o Espiritismo, de como a possibilidade de clarividência premonitória não implica, obrigatoriamente, no determinismo, pode ser lida no artigo intitulado "Clarividência Premonitória e Livre-Arbítrio".

Existem técnicas de desenvolvimento da Clarividência, pois como as pesquisas nos mostram, todos temos capacidades paranormais só que não desenvolvemos o bastante para se tornarem perceptíveis. Embora a maioria da papulação ainda não exite em pesquisas paranormais ou de meras situações, entretanto a clarividência tem seu lado bom e seu lado mal, acaso seu lado predominante seja o lado cujo denomino seja mal deve se tratar com devidas consultas a psiquiatras.

Práticas infalíveis para abrir a clarividência:

1) Crescer, bastante. De dentro para fora. É indispensável. Crianças não precisam aprender a dirigir.

2) Fazer Yoga, Kryia, Tai Chi Chuan ou algo que ligue o espiritual ao físico e mental.

  • 2.1) Se não for possível o ítem anterior, fazer ao menos academia. Muitos querem o espiritual sem ter firmado as MÍNIMAS bases do físico. O corpo é o templo do espírito, e se espiritualizar NÃO É negar a vida aqui. Outros não tem estrutura física, e por isso "apagam" assim que entram em vibrações mais elevadas. Alguns bocejam e cochilam até mesmo em palestras ou livros um pouco mais complexos ou elevados! Isto é físico, falta de estrutura, não aguentam a voltagem, como se caísse o disjuntor. Prepare bem o alicerce, Comece pelo físico, se não pelo psíquico. Alongue bem o corpo, expanda a mente, e a abertura dos para-olhos virão como consequência de sua coerência. Como diz Osho, "quem não se preocupa com um barrigão, dificilmente se preocupará com qualquer outra coisa". É básico: Quem não merece e honra sequer o corpo que tem, merece menos ainda a clarividência.
3) Antes de tentar o externo, exercite abrir antes o olho interno clarividente para que vejamos primeiro nosso interior, sombras, patologias, expectativas, neuroses, emotividades, defeitos, potenciais, correções e realizações. Assim como no astral, veremos também muita coisa "feia" no mundo interno, e de vez em quando algo lindo que faz tudo valer a pena. Quem não tem coragem, garra e esforço sincero para ver o que traz em si, não merece ver o astral - que é mero REFLEXO coletivo e amplificado daquilo que faz e sintoniza em seu interior.

4) Praticar muito mantra OM vibrado firme e silenciosamente na altura da testa (chacra frontal) enquanto se imagina uma forte emanação de luz no mesmo local. Tire pelo menos 15 minutos por dia, em meditação, para isso, por 6 meses consecutivos. Se faltar 1 dia, aumente 1 mês. Se faltar 2 dias consecutivos, recomece a contagem. Faça o processo em estado meditativo, ou seja, estabeleça a calma mental, controle a respiração e busque a sintonia quando for praticar.
  • 4.1) Assim como na academia, "malhar" em técnica e prática também é importante pra quem não tem o dom natural, mas note que a prática bioenergética não dá lucidez e discernimento por si só.
5) Trabalhe instintos e emoções. Não adianta fazer OM no frontal sem cuidar bem do manipura (umbilical, emoções) e o muladhara (básico, ligação com o mundo). 

6) Cuide da alimentação. Alimento é tudo que trazemos do externo para processarmos dentro de nós. Se vamos em sintonia para o mundo espiritual, é indispensável que haja um esforço de sutilização alimentar. 
  • 6.1) Durante o período, elimine carne vermelha, e reduza bastante frangos. Peixe, com moderação - seria melhor comer um bife com salada do que devorar um rodízio de Sushi  A sutilização alimentar poderia ser progressiva, assim como a abertura dos dons paranormais, mas não é isso que quem tem urgência quer.
  • 6.2) Alimento sutil não é só o que se come, mas tudo o mais que se "ingere". O solo em que se pisa também é alimento, frequente bons lugares, compatíveis com a sintonia que deseja expressar. Alimento também é a companhia que se busca, não deixe que más vibrações lhe tire de tão nobre e urgente propósito. Lembre-se que também é alimento e necessita sutilização a musica que se ouve, o tipo de balada que se frequenta, o tipo de filme a que se assiste, o estilo de livro e revista que se lê, o padrão de pessoa que se ama, o motel aonde se ia, o tipo de "guru" que se escuta... Tudo isso é externo processado no manipura afetando diretamente SINTONIA e EMOÇÃO.
7) Ver tudo implica em ser visto, e não ter mais a mesma tolerância. A clarividência plena não esconde nada, não endossa disfarces. Portanto, é indispensável falar sempre a verdade e zelar pela conduta ética antes que ela chegue. Para o próprio bem do paranormal.

8) Fazer terapia, ou pelo menos entrar em algum local ou prática que lhe exija crescer enquanto indivíduo além de sua própria iniciativa habitual. Pode ser uma escola iniciática, pode ser um grupo de estudos que lhe chame à responsabilidade, ´pode ser uma análise junguiana, pode ser uma ordem ou templo, pode ser até mesmo um relacionamento em que se entregue de corpo e alma. Desde que seja algo que nos obrigue a mudarmos DE VERDADE, especialmente naquilo que não queriamos ver. Afinal, agora queremos "ver tudo", não é?
  • 8.1) Conhecer profundamente suas neuroses, psicoses e paranóias, de preferência com acompanhamento profissional, para não correr o risco de confundir simbolismos internos com profecias da data do fim do mundo, nem deixar de realizar seu trabalho psíquico com a desculpa de ter sido apenas uma "mensagem espiritual".
9) Importantíssimo: Eliminar de nós os julgamentos, práticas anti-éticas, preconceitos, falta de informação, falhas de discernimento, superstições  crendices ou quaisquer outras coisas que poderiam nos induzir a vermos "outras coisas" na interpretação do que estamos enxergando. Especialmente tudo o que termina em ISMO: racismo, evolucionismo, segregacionismo, cristianismo, espiritismo, materialismo, etc. Enquanto houver lentes pessoais, haverá distorções e pré-conceitos. O astral não cabe em nossos rótulos, e nem sempre ver e ler é o mesmo que apenas enxergar e interpretar.

10) Ter um sentido de vida, saber por que se vive e que missão cumprida nos permitiria morrer; e, acima de tudo, estar bem integrado com a vida intrafísica  Relacionamentos estáveis, emoções tranquilas, vida profissional estruturada, capacidade de enxergar bem tudo e todos que estão à sua volta, inclusive as oportunidades. Caso contrário, convenhamos, exigir ver o lado de lá justamente por não ter aberto os olhos aqui não passa de fuga, a boa intenção espiritual alegada não passa de egoismo e covardia, e toda essa preocupação desequilibrada com o "mundo de lá" não tem muita razão de ser.

Fonte: Voadores

Tenha bons sonhos, se puder...

2 comentarios:

  1. Foi bom vc ler isso pois super acontece comigo sonhei com o rosto de uma pessoa que estava doente e depois de 3 dias ele veio a falecer,sonhei com a mãe de meu esposo na caçamba d eum caminhão e eu segurando nela com medo de cair e meu esposo q caiu do caminhão e deu de cara com um carro,quase foi atropelado mas graças a deus não aconteceu....

    ResponderExcluir
  2. Bom, para ter total controle de sua mente é preciso de conhecimento mas, albert einstein dizia: a imaginação é mais importante que o conhecimento e devo dizer, o medo trás a tona uma enorme sensibilidade psíquica...Seu dom seja qual for, Não busque-o, mas o invoque.

    ResponderExcluir