Sessão BizaRock

SESSÃO BIZAROCK

Terror, bizarrices e muito Rock N' Roll na nossa sessão BizaRock! Clique na imagem e confira!

Slide # 2

COMO TIRAR FOTOS DE FANTASMAS

Quer saber como capturar um fantasma em foto? Leia o nosso guia e aprenda!

Slide # 3

SAD SATAN, O JOGO DEMONÍACO DA DEEP WEB

Conheça o jogo Sad Satan, um game apavorante que surgiu na Deep Web e está deixando os internautas de cabelo em pé.

Slide # 4

SANATÓRIO DE WAVERLY HILLS

Conheça o assombrado sanatório de Waverly Hills, alvo de investigações e motivo de pavor para muitos americanos.

Slide # 5

SESSÃO BY CLAIRE THOUSAND'S

Leia contos, creepypastas e outros trabalhos de autoria da autora do blog.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

A lenda do Chupa Cabra


Nos EUA o ser mítico mais conhecido na zona oeste é o Pé-grande, enquanto no Brasil fala-se do Saci e do Mapinguari.

Há algum tempo vem-se falando no chupa-cabras, que teria aparecido nas zonas rurais da cidade de Sumaré, Monte Mor, Capivari e Rafard, municípios vizinhos de Campinas-SP principalmente em 1997.

Alguns habitantes dessas regiões afirmam que a morte de bois e ovelhas, cuja causa mortis é desconhecida, se deve a um animal de hábitos noturnos que ninguém viu, mas que a imaginação atribui ao chupa-cabras.

As pessoas sérias são mais prudentes, afirmando provavelmente a morte desses animais domésticos foi causada por algum predador como a onça-parda e o lobo-guará. Outros atribuem a morte a alguma seita satânica.

Escreve o jornalista Paulo San Martin (1997-Chupa-cabras, agora ele se tornou histeria coletiva. edição de 8 de junho) no jornal A TRIBUNA, de Campinas-SP: "Na verdade, os casos de chupa-cabras registrados no mundo inteiro têm uma estrutura clássica e muito própria. As marcas deixadas por eles não podem ser confundidas com a de nenhum predador conhecido e a maneira como o ataque é realizado também não tem referência na zoologia e na biologia. Praticamente todo o sangue do animal morto é drenado e as feridas são inconfundíveis - como se tivessem sido feitas por garras longas e afiadas, semelhantes a navalhas. Em alguns casos são retirados, com precisão cirúrgica, órgãos e glândulas nobres." Nestes casos suspeita-se de ação humana.

Em outros países como Porto Rico, México e interior dos EUA, algumas mortes de animais domésticos mutilados foram atribuídas ao chupa-cabras desde 1995. Tais animais não mostravam vestígios de sangue e alguns tinham seus órgãos internos removidos. Os que afirmam ter visto o chupa-cabras o descrevem como bípede, outros como quadrúpede, grande e peludo, mas de concreto não há nada. 

Um babaorixá de Campinas afirma ter visto o animal durante a noite, descrevendo-o como tendo duas pernas com poucos pêlos, sem cauda, sendo peludo da cintura para cima e com o focinho semelhante ao de um lobo.

Tenha bons sonhos, se puder...

0 comentarios:

Postar um comentário