Sessão BizaRock

SESSÃO BIZAROCK

Terror, bizarrices e muito Rock N' Roll na nossa sessão BizaRock! Clique na imagem e confira!

Slide # 2

COMO TIRAR FOTOS DE FANTASMAS

Quer saber como capturar um fantasma em foto? Leia o nosso guia e aprenda!

Slide # 3

SAD SATAN, O JOGO DEMONÍACO DA DEEP WEB

Conheça o jogo Sad Satan, um game apavorante que surgiu na Deep Web e está deixando os internautas de cabelo em pé.

Slide # 4

SANATÓRIO DE WAVERLY HILLS

Conheça o assombrado sanatório de Waverly Hills, alvo de investigações e motivo de pavor para muitos americanos.

Slide # 5

SESSÃO BY CLAIRE THOUSAND'S

Leia contos, creepypastas e outros trabalhos de autoria da autora do blog.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Creepypasta: Dragon Ball


Pelo que sabemos Akira Toriyama foi o principal idealizador de tudo relacionado a famosa saga Dragon Ball… Seria mesmo?

Uma das primeiras idéias de Akira era criar um objeto magico que realizasse desejos. Uma criança deu a ideia de que fosse algo similar ao Gênio da lampada. Como a criança possuía um desenho de um dragão negro com os olhos vermelho-sangue, Akira aderiu a ideia… Porem, ele modificou algumas coisas daquele dragão, o que deixou a criança um tanto ”triste”…

Dois meses depois Akira começava a criar o que seria hoje um dos maiores animes já feitos (Que teve início em forma de mangá[HQs japonesas]). As esferas do dragão foram criadas, e o "gênio" das esferas era o enorme Shenlong verde e bondoso, que conhecíamos muito bem.

Acontece que esse dragão deveria ser o dragão negro com olhos mais vermelhos do que o Shenlong que estávamos acostumados a ver… Era o desejo da pequena criança. E com um detalhe mais ”obscuro”; Na cabeça do dragão haviam manchas de sangue e ferimentos gravíssimos expostos que, obviamente, deixava subentendido que o dragão lutou até a morte (Ou provavelmente já estava MORTO)… Mas ai entra a pergunta: Como uma criança oriental de mais ou menos 7 anos, vestia aquela camisa? Sendo que para aquela idade vestir algo assim era assustador. Detalhe, naquela época, Animês/Mangás ainda não eram coisas tão comuns assim como atualmente.

Dias depois, Akira se mudava de sua antiga residencia em Yokohama…E deixava alguns filminhos para servir de base para quem quisesse morar lá. Acontece que algumas horas depois uma criança aparecia no quarto antigo, e chorava muito… Seus olhos estavam negros.. Não se sabia o porque de chorar tanto… A criança sussurrava com um tom depressivo…

“Eu só queria ver meu Amigo…”

Mas qual “Amigo”?

Nesse momento havia algo curioso… A criança mudou de calça, passou a usar um relógio e um tênis diferente, mas continuava a usar a mesma camisa com a imagem do dragão negro e supostamente morto. O que deixava a perceber que aquela criança era a mesma que havia dado a ideia do personagem Shenlong que Akira aderiu, mas que fora modificado mais tarde por ser considerado algo ”ruim” para um dragão estampado na camisa do pequeno garoto.

A criança ficava lá...Chorando... E os tempos se passando…

Anos se passaram, finalmente lançava-se a animação japonesa Dragon Ball. Porem ao mesmo tempo, um policial, também oriental, entrou no que poderia ser uma casa onde haviam muitos materiais de desenho antigos. Provavelmente a antiga casa que pertencia a Akira Toriyama.

O Policial vasculhava a casa em busca de drogas de boa quantidade, pois era possível que aquela casa servisse para abrigo de traficantes ou “Yakuzas” (mafia japonesa). Porem durante uma busca aprofundada, o policial e os seus companheiros encontraram uma imagem aterrorizante: Eram os traficantes… Todos tiveram seus corpos dilacerados por algum tipo de animal feroz, possivelmente Selvagem.

O policial e seus companheiros não ficaram assustados com a cena a principio, porem ao olhar bem para o cadáver mais próximo, perceberam que os olhos daquele cadáver haviam ficado totalmente avermelhados, e que sua cabeça mostrava ferimentos em alto grau de gravidade. Parecia “Ter lutado com alguém até a morte”…

Alguns dias depois durante a pericia, um dos médicos especializados em investigação de necrópsia, descobriu em um dos cadáveres algo estranho, no corpo havia manchas de sangue bruto, ou seja, sangue “Seco”, e a ferida mais exposta formava um dragão desenhado no corpo dos cadáveres, onde ainda havia vestígios de sangue liquido se formava o olho do dragão. E todos os que estavam no hospital privado(Similar ao instituto medico legal do Brasil) estavam com a mesma simbologia em seus corpos. Algo fora do normal…

Em cada corpo havia uma ”tatuagem” de sangue em forma de dragão. E cada cadáver tinha o mesmo diagnostico, cabeças com ferimentos violentamente graves, e pupilas que eram bizarramente banhados de sangue, oque assustava muito os médicos.

Ainda no Japão os policiais buscavam o responsável por esses bizarros assassinatos. Acreditava-se que fosse algum tipo de ritual satanista… 
Mas como alguém teria capacidade "médica" de mudar a cor das pupilas das vitimas? E o que significava tais ferimentos nas cabeças de forma tão psicótica? E o que significava tal dragão desenhado com sangue nos corpos?

As famílias das vitimas relatavam que as vitimas desapareceram após o dia 14/07/1998… Nessa época se passava uma reprise do filme do Dragon Ball ( A Lenda de Shenlong/Shenlong no Densetsu) que aparentemente seria a primeira aparição do supremo dragão Shenlong, o famoso dragão que realizava desejos, quando as 7 esferas eram reunidas…

A cada noite que se passava tal episodio novos casos de desaparecimentos e assassinatos brutais e cenas de necromancia, extremamente bizarros aconteciam…

Mas aonde estava aquela estranha criança, a que desejava que seu dragão da camisa, com ferimentos expostos e olhar macabro, fosse o verdadeiro Shenlong da série?

Por ironia do destino na casa, onde aconteciam os estranhos assassinatos, a porta do quarto estava trancada.

Mas mesmo após tantos anos anda haviam sons vindo de trás dessa porta, sons que lembravam um choro, mas não um choro de criança, mas sim um choro engrossado, um choro que parecia ser de algo que não era humano…

Durante o choro um sussurro, uma frase era dita no quarto de forma macabra e melancólica, mas ainda com a voz grave…

“ Eu quero meu amigo… Eu quero ver meu amigo… Amigo “

Após esse sussurro uma folha de papel saia por debaixo da porta dentro e, nessa folha tinha uma mancha que de certa forma era parecida com uma cabeça de um monstro…

Ao lado da mancha, uma frase…. “Estou aqui… Estou Aqui“.


Tenha bons sonhos, se puder...

1 comentarios:

  1. na moral cade o final? isso é o final era pra dar medo ou apenas deixar com raiva querendo um final obg perdi alguns minutos da minha vida agradecido

    ResponderExcluir